Não à Reforma | Entenda melhor a perversa “PEC da Rachadinha”

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32 tem um propósito perverso. Se aprovada como está irá permitir a muitos serviços públicos deixarem de ser gratuitos, ou seja, além de pagarmos impostos pagaremos pelo serviço. Também tira a estabilidade do funcionalismo, o que em outras palavras significa tornar este trabalhador refém do empregador (prefeito, governador ou presidente) pelo medo de ser demitido sem qualquer motivo justo, apenas “por simples vontade”. Precisamos cobrar e pressionar deputados e senadores para não aprovarem esta “PEC da Rachadinha”.

Confeccionamos junto à CSPM (Confederação Nacional dos Servidores Públicos Municipais) um informativo com os pontos principais e recomendamos a leitura por todos!

O MOMENTO EXIGE PRESSÃO!

CONFIRA O MATERIAL NA ÍNTEGRA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *