Sindicato ampara Servidora que contraiu Covid-19 e acionará a Justiça

Diretores do nosso Sindicato (Cláudio Aparecido dos Santos -Ted e Carlos Amaro Alves Costa – Grillo), além do advogado da instituição, Dr. Carlos Alberto Zambotto, receberam nesta manhã (11 de junho) a Servidora Michele Dias Guilherme, Auxiliar de Enfermagem. A companheira pediu amparo pois a Prefeitura se recusou a preencher a CAT (Comunicação de Acidente do Trabalho) em até 72 horas e colher as assinaturas necessárias. Michelle foi contaminada pelo Coronavírus e era obrigação da Administração seguir as exigências legais.

CAMINHO SEGURO

Após ouvir a Servidora, o Sindicato apontou um caminho mais seguro que é a justiça. “Vamos pedir tutela de urgência com o objetivo da Prefeitura apresentar a CAT preenchido, porque é uma obrigação do patrão quando o colaborador se acidenta ou no caso excepcional da Covid-19, contrai o vírus. Sem dúvida é necessário entrarmos com uma ação”, afirma o Dr. Zambotto.

PRESIDENTE TED

Se é um direito do Servidor é obrigação da entidade sindical lutar por esse direito. Assim que tivemos conhecimento do fato, rapidamente acionamos o Jurídico e solicitamos apoio imediato à Michelle. Estamos na luta e estaremos com a companheira até o fim da luta”, afirma o presidente Ted.

ENTENDA O QUE É A CAT

Em síntese, a CAT é um documento usado para comunicar o acidente ou doença de trabalho ao INSS ou ao Instituto de Previdência próprio. Hoje em dia pode ser emitida online. Após a emissão, vai imediatamente constar no banco de dados do INSS. IMPORTANTE: a segurança no trabalho é atitude e responsabilidade não somente do empregador, e sim com grande participação do trabalhador. FIQUE LIGADO!

As imagens foram feitas pelo diretor Cláudio Matsuda dos Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *